Uber não é patrão, decide STF


Decisão unânime do Superior Tribunal de Justiça publicada nesta quarta-feira afirma que serviços para o Uber são prestados de forma eventual, sem horários estabelecidos e motoristas não recebem salário fixo.


0 visualização
icone whats kelly.png